Retirar dispositivos digitais do quarto melhora sono da criança

Remover todos os dispositivos eletrónicos do quarto onde a criança dorme pode melhorar a qualidade do seu sono, indica um artigo publicado na revista científica Pediatrics.

Retirar dispositivos digitais do quarto melhora sono da criança

A equipa de investigadores da Penn State - Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos da América, analisou um conjunto de estudos que sugerem que o uso de dispositivos digitais antes de dormir leva a que as pessoas não durmam o suficiente. As conclusões conduziram a uma série de recomendações para pais de crianças e adolescentes, assim como para os profissionais de saúde, que devem promover a educação neste contexto.

As recomendações são as seguintes:

1. Faça do sono uma prioridade, falando com os membros da família sobre a sua importância e as expectativas para um sono saudável;

2. Promova uma rotina de sono que inclua atividades de relaxamento e evite o uso de dispositivos eletrónicos;

3. Encoraje a família a remover todos os dispositivos eletrónicos do quarto da criança, incluíndo TVs, jogos, computadores, tablets e telemóveis.

4. Fale com a família sobre as consequências negativas que a exposição à luz dos ecrãs à noite podem ter para a qualidade do sono.

5. Se uma criança demonstra distúrbios de humor ou comportamento, considere a falta de sono como um fator que contribui para essa situação.

Aceda ao artigo científico completo aqui.

Últimas Notícias

Gravidez e amamentação podem reduzir risco de menopausa precoce, diz estudo

A gravidez e a amamentação exclusiva durante sete a 12 meses podem ajudar a reduzir o risco de menopausa precoce, indica um novo estudo publicado na revista científica JAMA. A menopausa antes dos 45 anos (menopausa precoce) aumenta o risco de morte prematura, declínio cognitivo, osteoporose e doença cardiovascular.

Consumo combinado de álcool e tabaco na gravidez aumenta risco de Síndrome da Morte Súbita do Lactente

As crianças cujas mães beberam e fumaram para além do primeiro trimestre de gravidez têm um risco 12 vezes superior de Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL), comparativamente com as crianças que não estiveram expostas a álcool e tabaco ou cuja exposição a estas substâncias se restringiu ao primeiro trimestre de gestação. A conclusão é de um estudo publicado na revista científica online EclinicalMedicine.

Novo algoritmo prevê risco de diabetes gestacional

Um novo algoritmo informático de análise de dados, desenvolvido por cientistas do Weizmann Institute of Science, está a ser utilizado para ajudar a identificar mulheres em elevado risco de desenvolver diabetes gestacional. Esta ferramenta pode ser útil para identificar o risco antes da gravidez ou numa fase inicial do período de gestação, permitindo a adoção de medidas de prevenção da doença, como cuidados nutricionais ou alterações do estilo de vida.

Música poderá estimular desenvolvimento de bebés prematuros

Cientistas do Hospital Universitário de Genebra, na Suíça, tiveram a ideia de   colocar música no serviço de neonatologia, especialmente composta para estimular o desenvolvimento da atividade cerebral dos recém-nascidos prematuros.

Bebé no útero reage à luz antes do que se pensava

No segundo trimestre de gravidez, muito antes de conseguir ver imagens, o bebé consegue já detetar luz.

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.