Retirar dispositivos digitais do quarto melhora sono da criança

Remover todos os dispositivos eletrónicos do quarto onde a criança dorme pode melhorar a qualidade do seu sono, indica um artigo publicado na revista científica Pediatrics.

Retirar dispositivos digitais do quarto melhora sono da criança

A equipa de investigadores da Penn State - Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos da América, analisou um conjunto de estudos que sugerem que o uso de dispositivos digitais antes de dormir leva a que as pessoas não durmam o suficiente. As conclusões conduziram a uma série de recomendações para pais de crianças e adolescentes, assim como para os profissionais de saúde, que devem promover a educação neste contexto.

As recomendações são as seguintes:

1. Faça do sono uma prioridade, falando com os membros da família sobre a sua importância e as expectativas para um sono saudável;

2. Promova uma rotina de sono que inclua atividades de relaxamento e evite o uso de dispositivos eletrónicos;

3. Encoraje a família a remover todos os dispositivos eletrónicos do quarto da criança, incluíndo TVs, jogos, computadores, tablets e telemóveis.

4. Fale com a família sobre as consequências negativas que a exposição à luz dos ecrãs à noite podem ter para a qualidade do sono.

5. Se uma criança demonstra distúrbios de humor ou comportamento, considere a falta de sono como um fator que contribui para essa situação.

Aceda ao artigo científico completo aqui.

Últimas Notícias

Bial disponibiliza curso online para futuros pais

Num período em que muitos futuros pais #ficamemcasa, de quarentena ou em isolamento profilático, devido à pandemia COVID-19, BIAL disponibiliza o curso online “Vamos ser Pais!” - www.vamosserpais.pt, especialmente pensado e elaborado para proporcionar a todos os pais a oportunidade de adquirir conhecimentos e competências que os ajudem a preparar, de forma serena e plena, esta nova etapa da vida.

COVID-19: Estudo sugere que transmissão de mães para filhos na gravidez é possível, mas rara

Um estudo com 33 grávidas, realizado na China, indica que a transmissão do novo coronavírus da grávida para o feto é possível, mas rara. Dados científicos ainda são escassos para poder compreender as vias de contágio e os efeitos da exposição ao vírus na saúde de mãe e bebé.  

Cérebros dos bebés e dos adultos “sincronizam” durante a brincadeira

Estudo conclui que cérebros de pais e filhos estão no mesmo “comprimento de onda” quando partilham brinquedos e contacto visual. Mesmo quando os bebés ainda não conseguem falar, estão “ligados” a nós em pensamento.

Consumo de fruta na gravidez melhora desenvolvimento cognitivo do bebé

Um estudo realizado na Universidade de Alberta, no Canadá, concluiu que o consumo de fruta na gravidez pode ajudar a estimular o desenvolvimento do cérebro do bebé. 

Oito formas de demonstrar amor pelo seu filho, segundo a Academia Americana de Pediatria

Com o aproximar do Dia de São Valentim, a Academia Americana de Pediatria (AAP) lança o apelo para que os pais nutram os seus filhos com amor e atenção durante todo o ano.

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.