Por que motivo, durante a gravidez, os sonhos e os pesadelos são mais frequentes?

Escrito por: Michelle Tomás

Os sonhos e os pesadelos durante a gravidez, principalmente durante o terceiro trimestre, tornam-se mais vívidos e frequentes, avança um artigo publicado no portal Live Science.

Por que motivo, durante a gravidez, os sonhos e os pesadelos são mais frequentes?

Uma das características da gravidez é a regularidade dos sonhos e pesadelos. Estudos apontam que mulheres grávidas reportam mais pesadelos e sonhos vívidos quando comparadas com mulheres que não estão grávidas. É durante o terceiro trimestre que se verifica um aumento dos sonhos e pesadelos na grávida.

O ciclo do sono é composto por cinco níveis e um deles é caracterizado pelo movimento rápido dos olhos (REM). Este estágio ocupa cerca 25% do sono e é a fase em que decorrem os sonhos ou pesadelos.

O cérebro está ativamente a selecionar experiencias e emoções recentes durante o sono. Investigadores acreditam que o sonho desempenha um papel de consolidação e processamento de novas informações. Porém, se o ciclo do sono é interrompido durante a fase do REM, está-se mais apto a recordar de uma forma mais vívida o que se estava a sonhar.

Devido aos desconfortos da gravidez, intensificados no terceiro trimestre, a mulher tem maior probabilidade de acordar durante a fase do REM, recordando por isso, de forma precisa, os sonhos e os pesadelos.

Últimas Notícias

Demasiada cafeína na gravidez pode afetar fígado do bebé

Novo estudo indica que a ingestão excessiva de cafeína na gravidez pode prejudicar o desenvolvimento do fígado do bebé e aumentar o risco de doença hepática na idade adulta. 

Exercício-físico na gravidez restabelece principais tecidos do corpo em mulheres obesas

Estudo da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, indica que a prática de exercício-físico imediatamente antes e durante a gravidez ajuda a restaurar os principais tecidos do organismo em mulheres obesas, contribuindo para uma melhor gestão dos níveis de açúcar no sangue e reduzindo o risco de problemas de saúde a longo prazo.

Mortalidade infantil atinge valores mais baixos desde que há registo

Segundo dados recentes apresentados pelo Instituto Nacional de Estatística, a taxa de mortalidade infantil diminuiu cerca de 0,7% em 2017, atingindo o valor mais baixo de que há registo em Portugal.

Gargalhadas dos bebés semelhantes à dos macacos

Bebés mais novos riem-se como outros primatas. O ser humano é o único que se ri por meio da exalação, ou seja, o ato de expelir ou soltar.

Estudo sugere que crianças memorizam sons durante a sesta

Cientistas analisaram o que as crianças ouvem ou não durante o sono, concluindo que o ambiente sonoro durante as sestas não passa despercebido e gera memórias.

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.