Oito formas de demonstrar amor pelo seu filho, segundo a Academia Americana de Pediatria

Com o aproximar do Dia de São Valentim, a Academia Americana de Pediatria (AAP) lança o apelo para que os pais nutram os seus filhos com amor e atenção durante todo o ano.

Oito formas de demonstrar amor pelo seu filho, segundo a Academia Americana de Pediatria

Demonstrar amor e apoiar os filhos todos os dias do ano, é o desafio da Academia Americana de Pediatria (AAP), na celebração do Dia de São Valentim.

"Como pais, o amor incondicional e o apoio que damos aos nossos filhos é uma das maneiras mais poderosas de os ajudarmos a prosperar", salienta Jennifer Shu, editora médica do site da AAP, HealthyChildren.org.

Os especialistas da AAP sugerem por isso oito formas de os pais demonstrarem amor pelos filhos:

- Ao conversar com a criança, use palavras positivas e encorajadoras e dê um exemplo de consideração e gratidão, utilizando expressões como "por favor" e "obrigado".

- Pergunte ao seu filho como correu o dia e oiça com atenção a sua resposta. Se ele lhe falar de um problema, deixe-o acabar antes de sugerir soluções. Se identificar sinais de ansiedade ou depressão, peça apoio ao pediatra.

- Para garantir que passa bastante tempo com o seu filho, organize noites de jogos ou outras atividades em família. Se tiver mais do que um filho, guarde tempo para estar individualmente com cada um deles, fazendo algo de que gostem.

- Dê ao seu filho um abraço ou outro sinal de afeto se este estiver enervado ou de mau humor, e espere até que ele esteja mais bem disposto para conversar sobre o que o incomoda.

- Responda prontamente e com carinho às necessidades físicas e emocionais do seu filho, e reserve tempo para o ouvir quando ele precisar de falar.

- Explique de forma clara e consistente regras e consequências que o seu filho seja capaz de compreender, seguindo-as até ao fim, caso ele não as respeite.

- Lembre-se: o castigo físico e verbal severo é ineficaz e a longo prazo pode prejudicar a saúde física e mental da criança.

- Ajude o seu filho a desenvolver bons relacionamentos com amigos, irmãos e outras pessoas. Considere convidar amigos para passar tempo de qualidade, partilhando uma refeição, brincando ou ajudando  pessoas necessitadas. Incentive seu filho a praticar desporto ou outras atividades que exijam trabalho de equipa.

Últimas Notícias

Gravidez e amamentação podem reduzir risco de menopausa precoce, diz estudo

A gravidez e a amamentação exclusiva durante sete a 12 meses podem ajudar a reduzir o risco de menopausa precoce, indica um novo estudo publicado na revista científica JAMA. A menopausa antes dos 45 anos (menopausa precoce) aumenta o risco de morte prematura, declínio cognitivo, osteoporose e doença cardiovascular.

Consumo combinado de álcool e tabaco na gravidez aumenta risco de Síndrome da Morte Súbita do Lactente

As crianças cujas mães beberam e fumaram para além do primeiro trimestre de gravidez têm um risco 12 vezes superior de Síndrome da Morte Súbita do Lactente (SMSL), comparativamente com as crianças que não estiveram expostas a álcool e tabaco ou cuja exposição a estas substâncias se restringiu ao primeiro trimestre de gestação. A conclusão é de um estudo publicado na revista científica online EclinicalMedicine.

Novo algoritmo prevê risco de diabetes gestacional

Um novo algoritmo informático de análise de dados, desenvolvido por cientistas do Weizmann Institute of Science, está a ser utilizado para ajudar a identificar mulheres em elevado risco de desenvolver diabetes gestacional. Esta ferramenta pode ser útil para identificar o risco antes da gravidez ou numa fase inicial do período de gestação, permitindo a adoção de medidas de prevenção da doença, como cuidados nutricionais ou alterações do estilo de vida.

Música poderá estimular desenvolvimento de bebés prematuros

Cientistas do Hospital Universitário de Genebra, na Suíça, tiveram a ideia de   colocar música no serviço de neonatologia, especialmente composta para estimular o desenvolvimento da atividade cerebral dos recém-nascidos prematuros.

Bebé no útero reage à luz antes do que se pensava

No segundo trimestre de gravidez, muito antes de conseguir ver imagens, o bebé consegue já detetar luz.

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.