Novo algoritmo prevê risco de diabetes gestacional

Um novo algoritmo informático de análise de dados, desenvolvido por cientistas do Weizmann Institute of Science, está a ser utilizado para ajudar a identificar mulheres em elevado risco de desenvolver diabetes gestacional. Esta ferramenta pode ser útil para identificar o risco antes da gravidez ou numa fase inicial do período de gestação, permitindo a adoção de medidas de prevenção da doença, como cuidados nutricionais ou alterações do estilo de vida.

Novo algoritmo prevê risco de diabetes gestacional

Uma equipa de investigadores do Weizmann Institute of Science, em Rehovot, Israel, desenvolveu um algoritmo que permite calcular o risco de diabetes gestacional, o que ajudará mais mulheres em idade fértil ou no início da gravidez a adotar cuidados que permitam prevenir esta doença.

A diabetes gestacional é definida como qualquer intolerância aos hidratos de carbono, diagnosticada ou detetada pela primeira vez durante a gravidez. Embora as causas da doença ainda não sejam completamente conhecidas, sabe-se que na origem do problema estão alterações na sensibilidade à insulina, típicas do período de gestação.

Geralmente, a diabetes gestacional é diagnosticada entre a 24ª e a 28ª semana de gravidez, através de uma Prova de Tolerância à Glicose Oral (PTGO).

Segundo um estudo recentemente publicado na revista científica Nature Medicine, o novo algoritmo analisou dados de cerca de 600 000 gravidezes, com base nos registos dos Clalit Health Services, a maior organização de saúde de Israel.

As conclusões apontam que, implementando este sistema de análise de dados, com um conjunto de apenas nove questões, será possível saber previamente se a mulher está ou não em risco de desenvolver diabetes gestacional.

O facto de se poder identificar o risco antes da gravidez, ou numa fase muito inicial do período de gestação, pode dar margem para reduzir o risco de diabetes gestacional, através da implementação de medidas como a prática de atividade física ou a adoção de uma alimentação saudável.

Últimas Notícias

Bial disponibiliza curso online para futuros pais

Num período em que muitos futuros pais #ficamemcasa, de quarentena ou em isolamento profilático, devido à pandemia COVID-19, BIAL disponibiliza o curso online “Vamos ser Pais!” - www.vamosserpais.pt, especialmente pensado e elaborado para proporcionar a todos os pais a oportunidade de adquirir conhecimentos e competências que os ajudem a preparar, de forma serena e plena, esta nova etapa da vida.

COVID-19: Estudo sugere que transmissão de mães para filhos na gravidez é possível, mas rara

Um estudo com 33 grávidas, realizado na China, indica que a transmissão do novo coronavírus da grávida para o feto é possível, mas rara. Dados científicos ainda são escassos para poder compreender as vias de contágio e os efeitos da exposição ao vírus na saúde de mãe e bebé.  

Cérebros dos bebés e dos adultos “sincronizam” durante a brincadeira

Estudo conclui que cérebros de pais e filhos estão no mesmo “comprimento de onda” quando partilham brinquedos e contacto visual. Mesmo quando os bebés ainda não conseguem falar, estão “ligados” a nós em pensamento.

Consumo de fruta na gravidez melhora desenvolvimento cognitivo do bebé

Um estudo realizado na Universidade de Alberta, no Canadá, concluiu que o consumo de fruta na gravidez pode ajudar a estimular o desenvolvimento do cérebro do bebé. 

Oito formas de demonstrar amor pelo seu filho, segundo a Academia Americana de Pediatria

Com o aproximar do Dia de São Valentim, a Academia Americana de Pediatria (AAP) lança o apelo para que os pais nutram os seus filhos com amor e atenção durante todo o ano.

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.