Nem a mais nem a menos: especialistas lembram importância de gerir peso na gravidez

Um estudo publicado na revista Nature indica que a maioria das grávidas não quer ganhar muito peso durante a gravidez.

Nem a mais nem a menos: especialistas lembram importância de gerir peso na gravidez

Segundo a investigação que analisou as perspetivas de 1700 mulheres japonesas, duas motivações contribuem para esta tendência: em primeiro lugar, a ideia de que quanto menos quilos ganharem na gravidez, menos quilos terão de perder após o nascimento do bebé. A outra ideia comum entre a futuras mães é que manter-se magra facilita o parto.

Os investigadores salientam que estas ideias são falsas: «as mulheres que se mantêm magras não apresentam menor risco de necessidade de um parto por cesariana e não têm maior facilidade em perder peso após o parto».

O estudo salienta ainda que não ganhar peso suficiente ou, em oposição, engordar demasiado pode ter consequências para a saúde de mãe e bebé.

O ganho de peso ideal ao longo das 40 semanas de gestação varia de mãe para mãe, e o cálculo deste valor depende do Índice de Massa Corporal (IMC) da mulher antes de engravidar.

De acordo com uma tabela publicada em 2009 pelo Institute of Medicine, se o IMC da mulher antes de engravidar se situar entre os 18,5 kg/m2 e os 24,9 kg/m2, ou seja, se a mulher apresentar um peso normal, é recomendado um ganho de peso total entre os 11,5 kg e os 16 kg durante a gravidez.

Em média, com exceção dos casos de mulheres com baixo peso ou obesidade, a generalidade das grávidas devem adquirir cerca de 12 kg durante o período de gestação.

Últimas Notícias

Bial disponibiliza curso online para futuros pais

Num período em que muitos futuros pais #ficamemcasa, de quarentena ou em isolamento profilático, devido à pandemia COVID-19, BIAL disponibiliza o curso online “Vamos ser Pais!” - www.vamosserpais.pt, especialmente pensado e elaborado para proporcionar a todos os pais a oportunidade de adquirir conhecimentos e competências que os ajudem a preparar, de forma serena e plena, esta nova etapa da vida.

COVID-19: Estudo sugere que transmissão de mães para filhos na gravidez é possível, mas rara

Um estudo com 33 grávidas, realizado na China, indica que a transmissão do novo coronavírus da grávida para o feto é possível, mas rara. Dados científicos ainda são escassos para poder compreender as vias de contágio e os efeitos da exposição ao vírus na saúde de mãe e bebé.  

Cérebros dos bebés e dos adultos “sincronizam” durante a brincadeira

Estudo conclui que cérebros de pais e filhos estão no mesmo “comprimento de onda” quando partilham brinquedos e contacto visual. Mesmo quando os bebés ainda não conseguem falar, estão “ligados” a nós em pensamento.

Consumo de fruta na gravidez melhora desenvolvimento cognitivo do bebé

Um estudo realizado na Universidade de Alberta, no Canadá, concluiu que o consumo de fruta na gravidez pode ajudar a estimular o desenvolvimento do cérebro do bebé. 

Oito formas de demonstrar amor pelo seu filho, segundo a Academia Americana de Pediatria

Com o aproximar do Dia de São Valentim, a Academia Americana de Pediatria (AAP) lança o apelo para que os pais nutram os seus filhos com amor e atenção durante todo o ano.

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.