Gargalhadas dos bebés semelhantes à dos macacos

Escrito por: Michelle Tomás

Bebés mais novos riem-se como outros primatas. O ser humano é o único que se ri por meio da exalação, ou seja, o ato de expelir ou soltar.

Gargalhadas dos bebés semelhantes à dos macacos

Um estudo levado a cabo por um grupo de investigadores da Universidade de Amesterdão (Holanda) analisou as gargalhadas de 44 crianças com idades compreendidas entre os 3 – 18 meses de idade. Pediram a 102 ouvintes que avaliassem se as gargalhadas eram produzidas por inalação ou exalação.

Os investigadores concluíram que os bebés mais novos riam tanto de uma maneira como da outra, à semelhança dos chimpanzés ou macacos. Já as gargalhadas dos bebés mais velhos eram maioritariamente por exalação, à semelhança dos adultos.

A transição de um riso para o outro é feita de forma gradual e não súbita. Entre os primatas, o ser humano é o único que se ri maioritariamente por exalação.

Últimas Notícias

Música poderá estimular desenvolvimento de bebés prematuros

Cientistas do Hospital Universitário de Genebra, na Suíça, tiveram a ideia de   colocar música no serviço de neonatologia, especialmente composta para estimular o desenvolvimento da atividade cerebral dos recém-nascidos prematuros.

Bebé no útero reage à luz antes do que se pensava

No segundo trimestre de gravidez, muito antes de conseguir ver imagens, o bebé consegue já detetar luz.

Poluição do ar pode aumentar risco de aborto espontâneo, diz estudo

Investigação publicada na revista científica Nature Sustainability indica que a exposição a um ar poluído durante a gravidez está associada a um risco acrescido de aborto espontâneo no primeiro trimestre de gravidez.

Bebés compreendem conceito dos números muito antes de conseguirem contar, diz estudo

Novo estudo da Universidade Johns Hopkins sugere que os bebés são capazes de compreender o conceito de contagem, anos antes de conseguirem dizer "1, 2, 3".

Demasiada cafeína na gravidez pode afetar fígado do bebé

Novo estudo indica que a ingestão excessiva de cafeína na gravidez pode prejudicar o desenvolvimento do fígado do bebé e aumentar o risco de doença hepática na idade adulta. 

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.