DGS sublinha importância da vacinação contra o sarampo em tempo de férias

A Direção-Geral de Saúde (DGS) apelou esta segunda-feira à vacinação das crianças aos 12 meses e cinco anos de idade contra o sarampo, papeira e rubéola (VASPR), sobretudo tendo em consideração os riscos acrescidos de um surto de sarampo em época de férias e viagens. 

DGS sublinha importância da vacinação contra o sarampo em tempo de férias

Num comunicado enviado à comunicação social, o subdiretor-geral da Saúde, Diogo Cruz, explica que, devido ao período de férias, há uma maior circulação de viajantes, pelo que é necessário assegurar a vacinação antes das deslocações para países ou regiões onde ocorrem surtos de sarampo (França, Alemanha, Reino Unido, Grécia ou Roménia, mas também alguns países da América, África e Ásia).

“Recomenda-se que, preferencialmente quatro a seis semanas antes da viagem, verifique o seu Boletim Individual de Saúde (Boletim de Vacinas) e, se necessário, vacine-se e vacine os seus familiares”, indica o comunicado.

O Programa Nacional de Vacinação (PNV) recomenda duas doses de vacina contra a VASPR, aos 12 meses e aos cinco anos. No entanto, para quem vai viajar para regiões onde ocorrem surtos de sarampo, e que não tenham historial desta doença, o PNV recomenda a vacinação das crianças entre os seis e 12 meses, através de prescrição médica. No caso das crianças até aos onze meses, a dose administrada denomina-se "dose zero" e deve depois ser completada de acordo com o esquema recomendado pelo PNV.

Últimas Notícias

Música poderá estimular desenvolvimento de bebés prematuros

Cientistas do Hospital Universitário de Genebra, na Suíça, tiveram a ideia de   colocar música no serviço de neonatologia, especialmente composta para estimular o desenvolvimento da atividade cerebral dos recém-nascidos prematuros.

Bebé no útero reage à luz antes do que se pensava

No segundo trimestre de gravidez, muito antes de conseguir ver imagens, o bebé consegue já detetar luz.

Poluição do ar pode aumentar risco de aborto espontâneo, diz estudo

Investigação publicada na revista científica Nature Sustainability indica que a exposição a um ar poluído durante a gravidez está associada a um risco acrescido de aborto espontâneo no primeiro trimestre de gravidez.

Bebés compreendem conceito dos números muito antes de conseguirem contar, diz estudo

Novo estudo da Universidade Johns Hopkins sugere que os bebés são capazes de compreender o conceito de contagem, anos antes de conseguirem dizer "1, 2, 3".

Demasiada cafeína na gravidez pode afetar fígado do bebé

Novo estudo indica que a ingestão excessiva de cafeína na gravidez pode prejudicar o desenvolvimento do fígado do bebé e aumentar o risco de doença hepática na idade adulta. 

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.