Amamentação protege bebés de bactérias resistentes a antibióticos

Investigadores da Universidade de Helsínquia, na Finlândia, verificaram que crianças amamentadas por seis meses apresentam menor quantidade de bactérias resistentes a antibióticos, no intestino, do que crianças amamentadas durante menos tempo ou que não foram amamentadas de todo.

Amamentação protege bebés de bactérias resistentes a antibióticos

Um estudo publicado na revista científica Nature Communications indica que a amamentação tem um papel protetor no desenvolvimento de bactérias resistentes a antibióticos na flora intestinal.

De acordo com uma notícia publicada no portal MedicalXpress, uma equipa de investigadores da Universidade de Helsínquia, na Finlândia, analisou a quantidade de bactérias resistentes a antibióticos presentes no leite materno e nos intestinos da mãe e do bebé.

Os resultados permitiram concluir que os bebés amamentados por pelo menos seis meses apresentavam um menor número deste tipo de bactérias nos intestinos, do que os bebés amamentados por menos tempo ou os bebés que não foram amamentados.

O estudo concluiu ainda que o recurso a antibióticos durante o parto aumenta a quantidade de bactérias resistentes no intestino do bebé. Estas bactérias podem permanecer por mais de seis meses no organismo da criança.

Últimas Notícias

COVID-19: Unidades de saúde devem assegurar condições para permitir acompanhante no parto

A Direção-Geral da Saúde (DGS) informou esta sexta-feira que as mulheres sem COVID-19 poderão ter um acompanhante durante o parto, sublinhando que “as unidades hospitalares devem procurar assegurar as condições necessárias para permitir” a sua presença.

Bial disponibiliza curso online para futuros pais

Num período em que muitos futuros pais #ficamemcasa, de quarentena ou em isolamento profilático, devido à pandemia COVID-19, BIAL disponibiliza o curso online “Vamos ser Pais!” - www.vamosserpais.pt, especialmente pensado e elaborado para proporcionar a todos os pais a oportunidade de adquirir conhecimentos e competências que os ajudem a preparar, de forma serena e plena, esta nova etapa da vida.

COVID-19: Estudo sugere que transmissão de mães para filhos na gravidez é possível, mas rara

Um estudo com 33 grávidas, realizado na China, indica que a transmissão do novo coronavírus da grávida para o feto é possível, mas rara. Dados científicos ainda são escassos para poder compreender as vias de contágio e os efeitos da exposição ao vírus na saúde de mãe e bebé.  

Cérebros dos bebés e dos adultos “sincronizam” durante a brincadeira

Estudo conclui que cérebros de pais e filhos estão no mesmo “comprimento de onda” quando partilham brinquedos e contacto visual. Mesmo quando os bebés ainda não conseguem falar, estão “ligados” a nós em pensamento.

Consumo de fruta na gravidez melhora desenvolvimento cognitivo do bebé

Um estudo realizado na Universidade de Alberta, no Canadá, concluiu que o consumo de fruta na gravidez pode ajudar a estimular o desenvolvimento do cérebro do bebé. 

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.