Qual a importância de iniciar o ácido fólico e o iodo antes de engravidar?

Escrito por: Dr.ª Mariana Mouraz, especialista em Ginecologia e Obstetrícia do Centro de Saúde Militar de Coimbra.
Qual a importância de iniciar o ácido fólico e o iodo antes de engravidar? class=

Saiba no que consiste e para que serve a suplementação nutricional antes de engravidar.

Todos sabem que na gravidez se tomam “vitaminas”. Poucos sabem que essas “vitaminas” se devem começar a tomar ainda antes da gravidez. E que “vitaminas” são essas? E para que servem afinal?

Vamos falar da importância de iniciar a toma de ácido fólico e iodo mesmo antes de se estar grávida.

A suplementação com uma dose diária de ácido fólico antes de engravidar permite a redução do risco de vir a ter uma criança com defeito do tubo neural e possivelmente outras anomalias.

Os defeitos do tubo neural são malformações congénitas do chamado neuroeixo e que podem afetar: a coluna vertebral ou o crânio. Têm origem no anormal encerramento do tubo neural, que ocorre habitualmente entre o 21-28.º dia do desenvolvimento do embrião. Daí a importância de ser iniciado pelo menos 2 meses antes de se tentar engravidar.

A suplementação das grávidas com iodo neste período da pré-concepção também deve ser considerada. Sabe-se que as grávidas são um grupo de risco para a carência de iodo, porque estão aumentadas as suas necessidades diárias.

O feto só consegue sintetizar as hormonas tiroideias, de uma forma significativa, a partir do meio da gravidez pelo que depende do aporte materno até às 20 semanas de gestação. O feto é mais vulnerável às alterações provocadas pelas deficiências de iodo numa fase precoce da gravidez. Daí a importância de iniciar a suplementação antes de tentar engravidar.

A grave deficiência de iodo materno durante a gravidez pode resultar no comprometimento do desenvolvimento neurológico fetal (atraso mental e cretinismo).

Outros Artigos deste tema

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.