Posso continuar a usar os meus cremes e cosméticos na gravidez?

Escrito por: Dr.ª Mariana Mouraz, especialista em Ginecologia e Obstetrícia do Centro de Saúde Militar de Coimbra.

Durante a gravidez existem uma série de alterações no corpo da mulher e umas das mais visíveis é na pele (e na cara!). Ou é porque aparecem borbulhas ou é por que aparecem manchas….

Posso continuar a usar os meus cremes e cosméticos na gravidez? class=

Sendo a gravidez uma fase da vida da mulher especial, porque não continuar a sentir-se especial e usar aquele creme que a põe 10 anos mais nova? 😊

Serão todos os cremes seguros? Quais são aqueles que devem ser evitados?
Aqui levanta-se já um problema, a falta de evidência. Como sabem a maioria dos estudos clínicos exclui as grávidas e as mulheres a amamentar. No entanto, já se sabe muita coisa, principalmente quais os produtos a evitar.

Vamos ver o que nos diz a literatura, sobre cremes com…
Ácido salicilato – sei que há muitas dúvidas sobre este agente (encontrado em produtos para o acne, tónicos, produtos de limpeza, esfoliantes, anti-idade): PODE ser usado. Uma a duas vezes por dia, na dose inferior a 2%. É recomendada a utilização de protetor solar pois sabe-se que aumenta a sensibilidade à luz solar.
Hidroquinona (encontrado em creme para as manchas, agente despigmentante) NÃO recomendado. É absorvido sistemicamente em quantidades consideráveis.
Tretinoína (encontrado em produtos para a acne): NÃO recomendado. Associado a malformações no embrião.

Existem muitos outros… Estes são aparentemente seguros na gravidez pela sua baixa absorção sistémica: peróxido de benzoílo, clindamicina (tratamento da acne), eritromicina (tratamento da acne), ácido glicólico (tratamento da acne), protetores solares (oxibenzeno, octocrileno, octisalato), dihidroxiacetona (auto-bronzeador).

Concluindo:
Com exceção da hidroquinona e dos retinóides tópicos, não se espera que os produtos para cuidados com a pele aumentem o risco de malformações ou causem outros efeitos adversos no desenvolvimento do feto.

Atenção: ler sempre os rótulos antes da aplicação do creme e seguir sempre os conselhos do seu dermatologista e médico assistente. A aplicação de novos produtos na gravidez deve ser sempre ponderada e a primeira utilização deve ser cautelosa e em áreas do corpo mais reservadas e em pouca quantidade.

Deixo-vos para finalizar umas dicas para grávidas com acne, recomendadas pelo Colégio Americano de Ginecologia e Obstetrícia (ACOG):
• Lavar o rosto duas vezes por dia com um produto de limpeza suave e água morna
• Se tem cabelo oleoso lavar todos os dias e manter o cabelo fora do rosto
• Evitar espremer borbulhas pois pode levar ao aparecimento de cicatrizes
• Usar produtos cosméticos sem óleo.

Outros Artigos deste tema

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.