A grávida pode fazer rastreio do cancro do colo do útero?

Escrito por: Dr.ª Mariana Mouraz, especialista em Ginecologia e Obstetrícia do Centro de Saúde Militar de Coimbra.

É durante a gravidez que muitas vezes se faz o rastreio do cancro do colo do útero (ou a “citologia” ou “papanicolau”). E isso acontece porque é uma fase da vida em que a mulher se preocupa com a sua saúde e procura o seu médico, para ver culminar a gravidez no nascimento de um bebé (lindo e) saudável. 

A grávida pode fazer rastreio do cancro do colo do útero? class=

Segundo as recomendações da Sociedade Portuguesa de Ginecologia (SPG) o exame na gravidez está indicado fazer na “ausência de rastreio adequado prévio”. (não ter realizado citologia nos 3 anos anteriores ou teste de HPV nos últimos 5 anos)

A redução da incidência e da mortalidade por Cancro do Colo do Útero só será possível através de adoção de medidas de prevenção.

E o que pode fazer para se prevenir?

1- VACINAÇÃO
A vacinação contra o HPV de mulheres até aos 26 anos é uma medida de grande eficácia de prevenção primária.
A vacinação de mulheres para além dos 26 anos tem uma relação custo/benefício discutível em termos de saúde pública, mas confere uma proteção individual significativa, pelo que é aconselhável até aos 45 anos.
Atenção! que a vacina não está recomendada na gravidez.

2- RASTREIO DO CANCRO DO COLO DO ÚTERO
Podem ser utilizados como métodos de rastreio a citologia convencional (em lâmina), a citologia em meio liquido e o teste de HPV ou a associação dos dois últimos.

ESTÁ A PLANEAR ENGRAVIDAR?
É uma boa altura para perguntar ao seu médico se tem o rastreio do cancro do colo do útero atualizado. Se não estiver, deve realizá-lo.

SE JÁ ESTÁ GRÁVIDA E TEM O RASTREIO DESATUALIZADO?
Informe o seu médico que está grávida quando for à consulta ou for convocada para o rastreio. Poderá ser aconselhada a reagendar o teste para uma data cerca das 6-12 semanas após o parto. Mas, se já teve um resultado anormal num teste anterior, pode ser necessário fazer o rastreio durante a gravidez. Este teste não vai afetar a sua gravidez.

E SE TIVER UM RESULTADO ANORMAL DURANTE A GRAVIDEZ?
Um resultado anormal não significa que tem cancro!
Segundo a SPG a abordagem deve ser semelhante à população geral e de acordo com o grupo etário. Se tiver indicação para colposcopia, esta poderá ser diferida para 6 semanas após o parto, dependendo do resultado.

Já viram se têm a “citologia” em dia?

Outros Artigos deste tema

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.