Prepare a casa para a chegada do bebé

Escrito por: Iolanda Veríssimo

Saiba como organizar e equipar os vários espaços da casa, de forma a prevenir acidentes domésticos e garantir a segurança do seu bebé.

Prepare a casa para a chegada do bebé class=

É essencial que, ainda durante a gravidez, os pais se preparem para a chegada do bebé e analisem todas as questões de segurança, para poderem prevenir e minimizar os riscos. A par de uma vigilância atenta, os pais devem colocar-se no lugar da criança, tentar ver o mundo através dos seus olhos, e a partir daí criar um ambiente seguro, onde o bebé se possa mexer, explorar e brincar à vontade.

Neste esforço por antecipar os riscos, as recomendações de segurança da Associação para a Promoção para a Segurança Infantil (APSI) podem ser úteis para compreender onde estão e como evitar os perigos.

Fixe bem os móveis e quadros

As estantes, prateleiras, armários e quadros devem ser fixados à parede, de forma a não tombarem sobre o bebé no caso de este se apoiar neles. Proteja as arestas mais perigosas, principalmente se estas estiverem ao nível da cabeça da criança, e substitua os quadros pesados e de vidro por pósteres, sobretudo no quarto do bebé. A televisão também pode ser muito atrativa para a criança, por isso deve estar bem apoiada num móvel seguro ou fixa à parede, para que não caia para cima da criança.

Verifique a estabilidade do berço

Certifique-se de que a cama ou berço do seu bebé obedece às normas de segurança europeias e verifique se esta é sólida e estável. As grades devem ter uma altura mínima de 60 cm e o intervalo entre estas não deve ultrapassar os 6 cm. Não coloque almofadas nem brinquedos dentro da cama do bebé, para evitar o perigo de asfixia.

Coloque guardas nas varandas

Assegure-se de que as varandas e terraços de sua casa estão protegidos com guardas com uma altura mínima de 1,10 m. Certifique-se ainda de que a criança não consegue trepar, nem passar por baixo ou através destas proteções. Para isso, a abertura entre prumos deve ser inferior a 10 cm.

Limite a abertura das janelas

Coloque limitadores de abertura nas janelas e portas que dão acesso a varandas e terraços. Estes não devem permitir uma abertura maior do que 9 cm.

Bloqueie as escadas com cancelas

O início e o fim das escadas devem ser limitados com barreiras de segurança com uma distância entre prumos de 6,5 cm. O funcionamento do sistema de abertura e fecho destas cancelas deve ser verificado de forma regular.

Afaste os produtos tóxicos

Mantenha os medicamentos, cosméticos, detergentes e outros produtos tóxicos bem fechados, longe da vista e do alcance das crianças, optando por trancá-los em armários altos, separados da zona dos alimentos. Os restos de produtos químicos e medicamentos devem ser entregues na farmácia.

Adapte as tomadas

Escolha tomadas, extensões e fichas triplas que já incluam um mecanismo de proteção. Caso não seja possível, proteja estes objetos com dispositivos adequados, que sejam difíceis de retirar mesmo por um adulto. O ideal será manter as tomadas a mais de 1,50 m de altura, longe dos locais onde o bebé dorme e é mudado. Elimine também os fios e as extensões soltos na casa.

Vigie os aquecedores

Mantenha as fontes de aquecimento longe da cama do bebé e não utilize aquecedores a gás nos quartos. Lembre-se que os eletrodomésticos na casa de banho e na cozinha também devem ser alvo de especial cuidado, por estarem mais próximos da água. Garanta ainda que este tipo de equipamentos se encontram em bom estado de conservação.

Conserve a garagem arrumada

A sua garagem deve estar bem organizada e arrumada, e os objetos perigosos devem ser acomodados em lugares altos e inacessíveis para a criança.

Isole a piscina

No caso de ter uma piscina ou um lago, utilize uma vedação para impedir o acesso a estes espaços, certificando-se de que a vedação não é escalável nem permite o acesso por baixo ou através dela.

Use equipamentos adequados

Confira a segurança da cadeira e dos móveis para a muda da fralda. A mesa para a higiene do bebé deve cumprir as normas europeias, oferecendo estabilidade e um rebordo elevado. A cadeira na qual dará a papa quando o bebé for mais crescido também deve ser certificada. Quando a utilizar, encoste-a à parede e verifique o cinto, que de preferência deve passar sobre os ombros da criança.

Exclua os brinquedos perigosos

Antes de dar um brinquedo ao seu filho, verifique se este cumpre as regras de segurança. Escolha brinquedos adaptados à idade e não deixe objetos espalhados pelo chão.

Arranje espaço

Depois de o bebé nascer, deve esforçar-se por ir reorganizando a casa de acordo com as novas necessidades e providenciar um espaço para que o seu filho possa circular à vontade, sem estar exposto ao perigo das arestas dos móveis ou das fontes de aquecimento.

Tenha uma caixa de primeiros socorros

Tenha à mão um kit de primeiros socorros bem equipado, para responder perante os pequenos acidentes. A caixa deve ser mantida bem fechada, num local fresco e seco, longe da casa de banho e do alcance da criança. É importante que a caixa inclua material para fazer curativos, como pensos rápidos de vários tamanhos, gaze esterilizada, soro fisiológico, ligadura e anti-sético. Para outras emergências, deve ter um termómetro, um analgésico ou anti-inflamatório oral, anti-diarreico e creme anti-histamínico para picadas de insetos e alergias. Junto da caixa deve colocar ainda um manual de primeiros socorros. Guarde também uma versão mais pequena deste kit no seu carro.

Prepare uma lista de contactos úteis

Tenha ao seu alcance uma lista de números de telefone úteis. Informe o seu companheiro e familiares que frequentem a casa sobre onde colocou esta lista. De acordo com os conselhos disponibilizados no site da APSI, será conveniente incluir o Número Europeu de Emergência (112), os contactos do Centro de Informação Anti-Venenos (808 250 143), do médico pediatra, da polícia, dos bombeiros, da família mais próxima e de um vizinho de confiança.

Outros Artigos deste tema

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.