Retirar dispositivos digitais do quarto melhora sono da criança

Remover todos os dispositivos eletrónicos do quarto onde a criança dorme pode melhorar a qualidade do seu sono, indica um artigo publicado na revista científica Pediatrics.

Retirar dispositivos digitais do quarto melhora sono da criança

A equipa de investigadores da Penn State - Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos da América, analisou um conjunto de estudos que sugerem que o uso de dispositivos digitais antes de dormir leva a que as pessoas não durmam o suficiente. As conclusões conduziram a uma série de recomendações para pais de crianças e adolescentes, assim como para os profissionais de saúde, que devem promover a educação neste contexto.

As recomendações são as seguintes:

1. Faça do sono uma prioridade, falando com os membros da família sobre a sua importância e as expectativas para um sono saudável;

2. Promova uma rotina de sono que inclua atividades de relaxamento e evite o uso de dispositivos eletrónicos;

3. Encoraje a família a remover todos os dispositivos eletrónicos do quarto da criança, incluíndo TVs, jogos, computadores, tablets e telemóveis.

4. Fale com a família sobre as consequências negativas que a exposição à luz dos ecrãs à noite podem ter para a qualidade do sono.

5. Se uma criança demonstra distúrbios de humor ou comportamento, considere a falta de sono como um fator que contribui para essa situação.

Aceda ao artigo científico completo aqui.

Últimas Notícias

Mães com excesso de peso mais propensas a interromper amamentação

As mães que apresentam excesso de peso têm maior probabilidade de interromper o aleitamento materno na primeira semana após o nascimento do bebé, indica um estudo desenvolvido pela London School of Economics and Political Science, no Reino Unido, e a Universidade de Auckland, na Nova Zelândia.

Por que motivo, durante a gravidez, os sonhos e os pesadelos são mais frequentes?

Os sonhos e os pesadelos durante a gravidez, principalmente durante o terceiro trimestre, tornam-se mais vívidos e frequentes, avança um artigo publicado no portal Live Science.

O sexo de bebé influencia complicações relacionadas com a gravidez

O sexo do bebé controla os níveis de pequenas moléculas também conhecidas como metabolitos no sangue da mulher grávida. Este facto poderá explicar por que motivo o risco de desenvolvimento de algumas doenças na gravidez variam dependendo de ser um menino ou uma menina.

“Testes do pezinho” revelam que houve mais 97 nascimentos no primeiro semestre deste ano

Dados apurados através do Programa Nacional de Diagnóstico Precoce, conhecido como "teste do pezinho", apontam para um aumento no número de nascimentos no primeiro semestre de 2018, em relação ao mesmo período de 2017.

Menor risco de obesidade nas crianças cujas mães têm estilo de vida saudável

Um estudo publicado no British Medical Journal (BMJ) sugere que as crianças cujas mães seguem um estilo de vida saudável têm menor probabilidade de desenvolver obesidade, em comparação com crianças cujas mães optam por um estilo de vida menos saudável.

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.