Retirar dispositivos digitais do quarto melhora sono da criança

Remover todos os dispositivos eletrónicos do quarto onde a criança dorme pode melhorar a qualidade do seu sono, indica um artigo publicado na revista científica Pediatrics.

Retirar dispositivos digitais do quarto melhora sono da criança

A equipa de investigadores da Penn State - Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos da América, analisou um conjunto de estudos que sugerem que o uso de dispositivos digitais antes de dormir leva a que as pessoas não durmam o suficiente. As conclusões conduziram a uma série de recomendações para pais de crianças e adolescentes, assim como para os profissionais de saúde, que devem promover a educação neste contexto.

As recomendações são as seguintes:

1. Faça do sono uma prioridade, falando com os membros da família sobre a sua importância e as expectativas para um sono saudável;

2. Promova uma rotina de sono que inclua atividades de relaxamento e evite o uso de dispositivos eletrónicos;

3. Encoraje a família a remover todos os dispositivos eletrónicos do quarto da criança, incluíndo TVs, jogos, computadores, tablets e telemóveis.

4. Fale com a família sobre as consequências negativas que a exposição à luz dos ecrãs à noite podem ter para a qualidade do sono.

5. Se uma criança demonstra distúrbios de humor ou comportamento, considere a falta de sono como um fator que contribui para essa situação.

Aceda ao artigo científico completo aqui.

Últimas Notícias

Emoções negativas na gravidez aumentam propensão para distúrbios de sono na criança

As crianças cujas mães apresentam sintomas de depressão na gravidez têm maior probabilidade de sofrer de distúrbios de sono, indica um estudo realizado na Escola de Medicina e Enfermagem da Universidade da Pensilvânia, nos Estados Unidos da América.

Estudo salienta importância de uma atitude positiva durante a gravidez

Mães que criam uma interação com o bebé durante a gravidez, poderão vir a desenvolver maior cumplicidade depois do nascimento.

Pais estão hoje mais envolvidos na educação dos filhos do que antigamente

Atualmente os pais despendem mais tempo, prestam mais cuidados e são mais afetuosos com as crianças do que no passado, sugere um estudo publicado no Journal of Marriage and Family

Estudo alerta para as consequências do tabaco durante e depois da gravidez

Fumar durante e depois da gravidez pode prejudicar a saúde auditiva do bebé.

1 em cada 3 mulheres experienciam compulsão alimentar na gravidez

Um estudo com mais de 11 mil grávidas concluiu que cerca de um terço das mulheres sentem que perdem o controlo sobre a quantidade de comida que ingerem durante a gravidez.

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.