Laços de amizade estabelecidos desde a infância podem interferir na saúde em adulto

Escrito por: Michelle Tomás

Estudo publicado na revista científica online Psychological Science avança que crianças que passam mais tempo com os amigos, em adultos apresentam os níveis de pressão arterial e o índice de massa corporal saudáveis.

Laços de amizade estabelecidos desde a infância podem interferir na saúde em adulto

Investigadores da Universidade Texas Tech e da Universidade de Pittsburgh efetuaram um estudo longitudinal que monitorizou uma amostra de 267 crianças do sexo masculino entre os 6-16 anos de idade.

Os pais dos participantes informavam a quantidade de tempo que as crianças e os jovens passavam com os amigos. Foram ainda definidos os traços de personalidade de cada um dos indivíduos: sociabilidade, ambiente familiar, fatores ambientais durante a infância e a vida adulta.

O estudo revelou que as crianças que passavam mais tempo com os amigos durante a infância e adolescência tinham os níveis de pressão arterial e o índice de massa corporal saudáveis em adultos.

Esta investigação revela a importância da integração social desde a infância e que esta tem impacto na saúde.

Últimas Notícias

Por que motivo, durante a gravidez, os sonhos e os pesadelos são mais frequentes?

Os sonhos e os pesadelos durante a gravidez, principalmente durante o terceiro trimestre, tornam-se mais vívidos e frequentes, avança um artigo publicado no portal Live Science.

O sexo de bebé influencia complicações relacionadas com a gravidez

O sexo do bebé controla os níveis de pequenas moléculas também conhecidas como metabolitos no sangue da mulher grávida. Este facto poderá explicar por que motivo o risco de desenvolvimento de algumas doenças na gravidez variam dependendo de ser um menino ou uma menina.

“Testes do pezinho” revelam que houve mais 97 nascimentos no primeiro semestre deste ano

Dados apurados através do Programa Nacional de Diagnóstico Precoce, conhecido como "teste do pezinho", apontam para um aumento no número de nascimentos no primeiro semestre de 2018, em relação ao mesmo período de 2017.

Menor risco de obesidade nas crianças cujas mães têm estilo de vida saudável

Um estudo publicado no British Medical Journal (BMJ) sugere que as crianças cujas mães seguem um estilo de vida saudável têm menor probabilidade de desenvolver obesidade, em comparação com crianças cujas mães optam por um estilo de vida menos saudável.

Estudo realça importância da consulta pediátrica pré-natal

A consulta pediátrica pré-natal é aconselhável a todos os futuros pais, de acordo com um relatório clínico publicado na revista Pediatrics.

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.