Maioria dos bebés prematuros têm boa performance escolar

Um estudo publicado no Journal of the American Medical Association (JAMA) concluiu que os bebés prematuros - mesmo os que nascem com apenas 23 ou 24 semanas de gestação - estão preparados para começar o jardim-escola na idade prevista e têm uma performance escolar tão boa ou melhor que a de bebés de termo.

Maioria dos bebés prematuros têm boa performance escolar

Segundo um artigo publicado na revista Time, os dados que deram origem a estes resultados fazem parte de uma investigação norte-americana de larga escala, que analisou informação sobre 1,3 milhões de bebés nascidos no estado norte-americano da Flórida, entre 1992 e 2002.

Os resultados permitiram verificar que entre os bebés nascidos às 23 e 24 semanas de gravidez, 65 por cento foram considerados aptos para entrar no jardim-escola no período previsto para a idade. No caso dos bebés de termo, 85 por cento das crianças foram consideradas aptas para começar o percurso escolar na idade expectável.

Últimas Notícias

Consumo excessivo de açúcar durante a gravidez poderá ter influência no desempenho cognitivo futuro da criança

O consumo de açúcar durante a gravidez poderá exercer uma influência negativa nas capacidades cognitivas da criança (memória e aprendizagem), avança um estudo publicado no American Journal of Preventive Medicine.

Metade das crianças na Europa não atinge potencial cognitivo por falta de iodo

Especialistas sublinham que na gravidez as mulheres devem aumentar a ingestão de iodo, fundamental para a produção das hormonas geradas pela glândula tiroide (hormonas tiroideias), essenciais para as várias etapas do metabolismo e desenvolvimento humano.

Estudo realça a importância de adotar um estilo de vida saudável antes da gravidez

Um estudo desenvolvido pela Universidade de Queensland aponta a necessidade das mulheres adotarem um estilo de vida mais saudável antes da gravidez.

Irregularidade nos hábitos de sono aumenta o risco de obesidade nos rapazes

De acordo com um comunicado de imprensa da Universidade de Coimbra, os maus hábitos de sono em crianças do sexo masculino podem aumentar o risco de excesso de peso ou obesidade.

Tomar antidepressivos durante a gravidez pode afetar o desenvolvimento cerebral do feto

A ingestão de antidepressivos durante a gravidez poderá interferir no normal desenvolvimento do cérebro do bebé, avançam investigadores do departamento de psiquiatria da Columbia University Medical Center, Nova Iorque.

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.