Estudo sugere que crianças memorizam sons durante a sesta

Cientistas analisaram o que as crianças ouvem ou não durante o sono, concluindo que o ambiente sonoro durante as sestas não passa despercebido e gera memórias.

Estudo sugere que crianças memorizam sons durante a sesta

A Ciência tem demonstrado que há fortes possibilidades de a audição ser o único sentido que está sempre "ativo", mesmo durante o sono.

Uma equipa de investigadores da Universidade Vanderbilt, nos Estados Unidos da América, estudou um grupo de crianças em idade pré-escolar, para analisar que sons são ouvidos durante o sono e como é que esses influenciam o desenvolvimento neurológico da criança.

Nos testes, as crianças foram acomodadas em quartos isolados, tendo sido expostas a alguns sons sem significado enquanto dormiam. A análise das ondas cerebrais, visíveis em eletroencefalogramas, permitiram verificar que as crianças desenvolvem traços de memória em relação a sons escutados durante o sono.

Os resultados deste estudo foram apresentados no 176º Encontro da Sociedade Americana de Acústica (Acoustical Society of America's).

Últimas Notícias

Mortalidade infantil atinge valores mais baixos desde que há registo

Segundo dados recentes apresentados pelo Instituto Nacional de Estatística, a taxa de mortalidade infantil diminuiu cerca de 0,7% em 2017, atingindo o valor mais baixo de que há registo em Portugal.

Gargalhadas dos bebés semelhantes à dos macacos

Bebés mais novos riem-se como outros primatas. O ser humano é o único que se ri por meio da exalação, ou seja, o ato de expelir ou soltar.

Mulheres devem fazer pausa de, pelo menos, 12 meses entre cada gravidez

Conceber novamente muito cedo poderá provocar complicações para o parto, avança um estudo publicado no Mail Online.

A televisão e a Internet influenciam os hábitos alimentares das crianças, diz estudo

A exposição excessiva aos ecrãs por parte das crianças aumenta o interesse e a probabilidade de consumo de ‘comida de plástico’, indica um estudo destacado no The Daily Telegraph.

Amamentação protege bebés de bactérias resistentes a antibióticos

Investigadores da Universidade de Helsínquia, na Finlândia, verificaram que crianças amamentadas por seis meses apresentam menor quantidade de bactérias resistentes a antibióticos, no intestino, do que crianças amamentadas durante menos tempo ou que não foram amamentadas de todo.

Subscreva a Newsletter

Receba informação semanal adaptada ao desenvolvimento da sua gravidez.